FedEx Newsroom

FedEx Newsroom

FedEx expande sua infraestrutura no Brasil

December 30, 2013

A FedEx Express, subsidiária da FedEx Corp. (NYSE: FDX) e a maior empresa de transporte expresso do mundo, dá continuidade ao seu plano de expansão no Brasil com o recém-inaugurado Recinto Portuário Alfandegado em Suape, Pernambuco, e com a abertura de um terminal logístico em Curitiba.  

 

Com as novas filiais, a FedEx pode oferecer aos seus clientes todas as soluções necessárias para a gestão de uma sofisticada cadeia de suprimentos. “A meta é oferecer um portfólio completo de soluções que torne o comércio de mercadorias mais simples, tanto dentro quanto para fora do País", diz Mike Murkowski, vice-presidente sênior de Operações da FedEx Express para a América do Sul.

 

Os clientes que utilizarem o terminal alfandegário de Suape – que permite aos importadores se beneficiarem do procedimento de entreposto aduaneiro para manterem seus produtos isentos de tributação até que estejam prontos para serem nacionalizados e distribuídos – também poderão contar com a infraestrutura de logística e transporte de carga oferecida no terminal da empresa situado no Cone, a poucos quilômetros de Suape, para completar a entrega de suas mercadorias.

 

O novo complexo de Suape ocupa uma área de 10 mil m2 e oferece serviços como entreposto aduaneiro para carga seca e refrigerada, armazém alfandegado com um posto da Receita Federal, operações portuárias para carga e descarga de navios break-bulk, remoção de cargas de terminais aéreos e portuários, frete e distribuição de cargas fracionadas e cargas por contêiner, entre vários outros serviços. 

 

Primeira unidade da empresa a oferecer essas funcionalidades, a filial da FedEx em Suape é um ponto de entrada para as mercadorias importadas que chegam por via marítima. Ao se instalar no local, a FedEx assumiu também a função de fiel depositária da Receita Federal para abrigar as mercadorias vindas de fora do País até que elas sejam fiscalizadas e liberadas pela Receita. 

 

O terminal logístico de Curitiba fortalece a presença da empresa na região Sul do País. Com a abertura da nova unidade no Paraná, a empresa transferiu suas operações, que ocupavam uma área de 3.500 m2, para um prédio de 12.800 m2 (dos quais 10 mil m2 são dedicados ao armazenamento de mercadorias). Situado próximo ao porto de Paranaguá (cerca de 1 hora) e do Aeroporto Internacional Afonso Pena, de Curitiba, (cerca de 30 minutos), a filial é um dos maiores terminais logísticos do Sul do País.

 

Instalado na região do CIC (Cidade Industrial de Curitiba), a nova unidade realiza operações de transporte doméstico e internacional e de logística. O local prevê 4,7 mil posições-paletes, pé direito de 12 metros e

oferece serviços como coleta e entrega, armazenamento, gestão de estoques e transporte com capacidade para operar 74 docas.

 

A FedEx escolheu Pernambuco e Paraná para instalar suas novas filiais em função do desempenho positivo e das oportunidades oferecidas pelos dois estados.  “Essas regiões registraram significativo crescimento de seu Produto Interno Bruto (PIB) e demonstraram boa capacidade de atrair investimentos", diz Américo Pereira Filho, presidente da FedEx Express no Brasil.

 

Este ano, a FedEx já inaugurou dois Centros de Distribuição Regionais: um terminal multimodal no Cone, em Cabo de Santo Agostinho (PE), e outro em Guarulhos (SP). Além disso, a empresa inaugurou um centro de coleta e entregas na cidade de São Paulo.

You may also like: