FedEx Newsroom

FedEx Newsroom

Vinhos e biquínis: os dois produtos recebem atenção especial dos engenheiros de embalagens da FedEx

January 3, 2006

São Paulo – 3 de janeiro de 2006 – No Laboratório de Design e de Embalagens da FedEx, localizado em Memphis, Tennessee, sede mundial da FedEx Express, os engenheiros de embalagens têm a tarefa de garantir que as garrafas de vinhos, biquínis e outros produtos e perecíveis enviados por clientes cheguem em boas condições a seus destinos em todo o mundo.

O Laboratório de Design e Embalagens emprega uma equipe qualificada de engenheiros de embalagens, que testam e projetam aproximadamente 3 mil soluções de embalagens por ano, da América Latina e de outras regiões do mundo, ajudando as empresas – principalmente as pequenas e médias – a economizarem nos custos de remessa e evitarem danos ou perdas.  

Como manter o vinho e os biquínis em forma

Todos os anos, a equipe do Laboratório de Design da FedEx cria dezenas de soluções personalizadas, desenvolvendo embalagens revolucionárias para as indústrias de vinhos, flores e computadores, para mencionar apenas algumas.  As soluções personalizadas são baseadas em estudos meticulosos das remessas.  Por exemplo, grifes famosas de roupas de banho solicitaram à FedEx Express que projetasse caixas especiais para a remessa de biquínis.  A imagem é importante na indústria da moda e os estilistas precisam de uma solução que garanta que os biquínis cheguem de forma apropriada a seus destinos para venda no varejo.  A solução: uma caixa atraente, personalizada e com múltiplos compartimentos da FedEx Express, que expõe com perfeição a roupa de banho da grife.

“Nossas soluções inovadoras de embalagens são apenas um exemplo do compromisso da FedEx Express para apoiar os exportadores de pequeno e médio porte.  Nossos clientes valorizam os benefícios que recebem por meio de nossas soluções personalizadas e de testes de embalagens”, disse Alfredo Gonzalez, diretor de Atendimento aos Clientes da Divisão da FedEx Express para a América Latina e para o Caribe.

A Associação Brasileira de Enologia, que com freqüência envia garrafas para concursos internacionais de vinho em todo o mundo, recentemente solicitou à FedEx Express uma nova solução de remessa, quando os tradicionais engradados de madeira foram proibidos por alguns países por motivos de saúde e segurança.  A FedEx Express atendeu à solicitação, desenvolvendo uma embalagem especial leve, porém resistente, para a Associação.

“Desde que começamos a despachar as remessas com embalagens de papelão especialmente projetadas para nós pela FedEx Express, não tivemos mais problemas de danos às garrafas.  E estamos economizando cerca de 30% com a substituição dos pesados engradados de madeira que usávamos anteriormente, cujo peso era embutido no custo da remessa”, explica Silvia Dreher, diretora geral da Best Trading, provedora de serviços para a Associação Brasileira de Enologia, localizada em Bento Gonçalves, capital brasileira do vinho.

Dentro do Laboratório de Embalagens

O Laboratório de Embalagens possui uma variedade de equipamentos criados especialmente para a FedEx Express.  Primeiramente, os especialistas submetem as embalagens a testes de vibração, que reproduzem o tipo de movimento freqüente, porém em menor intensidade, que as embalagens sofrem enquanto são transportadas por caminhão ou avião.  Depois, as embalagens são submetidas a um exame mais rigoroso por meio de testes de compressão, que avaliam a carga da embalagem em relação à resistência da caixa em que é embalada.  Os testes de compressão também analisam a pressão exercida pelas outras embalagens ao redor.  Finalmente, uma série de testes de queda avaliam a susceptibilidade a danos por impacto, sendo que cada embalagem é submetida a 10 quedas diferentes, incluindo quedas planas, de cantos e de extremidade.

Para os clientes que tiverem dúvidas sobre suas embalagens, basta enviar uma a três amostras de produtos em embalagens típicas e um formulário preenchido de Serviços de Embalagens.

Quando essas embalagens chegam a Memphis, os especialistas da FedEx Express submetem-nas a uma série de testes que reproduzem os riscos que as remessas encontram, enquanto estão em trânsito.  Em geral, os especialistas do laboratório demoram quatro dias para testar as embalagens, podendo agilizar o processo para os clientes que precisarem de uma análise mais rápida.

Um exportador brasileiro bastante conhecido recentemente solicitou o teste ao laboratório da FedEx Express. Trata-se da Caninha 51, um produto da fabricante brasileira Müller de Bebidas de Pirassununga.  Após ter submetido seus produtos a uma série de testes e ter passado pelo Laboratório de Design, o fabricante adotou a embalagem especial da FedEx Express para remessa de garrafas de 700 ml para os futuros compradores.   A empresa já usou a embalagem para remessas de garrafas pequenas para a China, República Dominicana, Alemanha, Itália e Portugal, entre outros países.

“Enquanto nosso papel foi fundamental na segurança e durabilidade de embalagens para alguns dos maiores produtos exportados da América Latina, como o vinho e roupas de banho, incentivamos todas as empresas a desfrutarem desse serviço”, acrescenta Gonzalez.

Para obter mais informações sobre os serviços de embalagens da FedEx, as empresas interessadas devem entrar em contato com o representante local de vendas da FedEx Express.

You may also like: